fbpx

METADE DA LARANJA

(Texto criado e escrito por José Luiz Ricchetti)

Dizem que quem nunca teve um grande amor é porque saiu de férias de si mesmo.

Mas quem já teve a sua metade da laranja com certeza já sentiu ondas de arrepios, ficou vermelha como cereja, acelerou as batidas do coração, sentiu olhares nervosos, tremeu as pernas, suou frio e até rezou pro santo e fez promessas.

Portrait of beautiful young woman with natural makeup and orange on color background

Quem viveu as aventuras do coração, já ganhou chocolate pde Páscoa, cartão de coração, flores vermelhas no aniversário e cartão postal de uma praia, só por que tinham tirado férias separadas…

Quem já amou se lembra dos beijos no cinema, dos abraços no banco do jardim, de ficar agarradinho no escurinho do portão…

Quem já amou demais, conserva a emoção da presença, o frescor do inesperado beijo na chuva, sem ligar pra roupa molhada…

Quem já viveu uma paixão, sentiu a energia do roçar de braços, do encostar de corpos, do arrepio da nuca, do pegar na mão, do tremor no primeiro beijo…

Quem já teve a sua cara metade sentiu olhares mortais, mordeu o canto dos lábios, deu sorrisos marotos, cruzou fronteiras….

Quem já se apaixonou, mentiu pra ficar junto, fez amor, na primeira vez, com luz apagada, curtiu muitos beijos e carinhos, assistiu filme no sofá, enrolada no cobertor, e ouviu muitas juras de amor sem fim…

Caso você ainda não tenha tido experiência, de encontrar a metade da sua laranja, não sabe o que está perdendo!

Corra, tome um banho de primavera, se enfeite com cores do arco íris, saia vestida com o brilho da manhã de outono, ajuste o melhor dos seus olhares, amplie a lente dos seus sorrisos, deixe seus ouvidos flutuarem no suave som da chuva de verão, beba um licor de perfumes exóticos, enxague a boca com néctar de morangos frescos, se deixe queimar dentro do seu próprio fogo, abra as asas como uma borboleta, e se deixe embalar num voo de fadas em busca do seu sonho de um grande amor como o dos contos de princesa.

Porque só não vai atrás de um grande amor, quem já morreu, ou quem ainda não descobriu que a vida é curta demais e o tempo só para quando vivemos uma inesperada e doce paixão!

José Luiz Ricchetti – 27/06/2022

Thiago Melego

Radialista e jornalista. Formado em administração de empresas, gestão de recursos humanos, MBA em negociação e vendas. Atualmente cursando Análise e Desenvolvimento de Software.
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d