Prefeito Major Rubin demite assessores e aumenta número de Diretorias Municipais

O prefeito de São Manuel, José Luiz Rubin, se reuniu na tarde da sexta-feira, 08 de dezembro com vários assessores de diretoria e comunicou que todos seriam demitidos. Outros três já haviam pedido exoneração recentemente. Segundo fontes do Área 14, apenas não foram cortados, Laura Caglione, Marco Cordão e Neto Jacoia, pois estes são assessores de gabinete.

Durante a reunião, major se pautou na decisão judicial que cobrava da prefeitura o preenchimento destas funções por funcionários concursados. Há quem diga, que Rubin poderia ter recorrido da decisão, o próprio prefeito afastado, Ricardo Salaro Neto, durante entrevista no Tribuna Livre, da Rádio Nova, já havia comentado que Major ou qualquer prefeito deveria recorrer dessa decisão.

Agora fica a incógnita, Major Rubin não contratará novos assessores ou dará um tempo, para que depois possa recorrer a contratar quem lhe for conveniente?

Por outro lado, durante a campanha eleitoral o discurso era diminuir o número de diretorias, agora no comando da cidade, o prefeito José Luiz Rubin tem aumentado elas. O número que até o fim de outubro estava em 09, cresceu e hoje chega a 13.

Conforme divulgado pela transparência da prefeitura, no mês de novembro, um assessor de diretoria ganhava aproximadamente R$ 3.292,36, um diretor tem o salário médio de R$ 6.230,68.

Embora ainda não exista uma informação oficial, Rubin, decidiu recriar a Diretoria de Turismo. Antes atrelada a pasta de “Esportes”, quem respondia por ela era o professor João Paulo Cabral, que tinha como apoio, o ex-assessor Thiago Donini.

Segundo divulgações, agora, quem responderá pela NOVA DIRETORIA será Claudia Zapparoli. De família tradicional, Claudia tem ‘larga experiência no ramo’, tendo sido sócia-proprietária de uma casa noturna no ano de 2010 e sócia-proprietária de uma agência de turismo por um tempo um pouco maior.

Major Rubin também havia optado por recriar a Diretoria de Comunicação. A pasta havia sido atrelada no início do ano a Chefia de Gabinete. Em contrapartida, havia sido criada uma assessoria de imprensa, no qual a jornalista Bruna Giorgi estava a frente. No começo de dezembro, Oslean do Carmo, concursado na função de “Gestor de Comunicação”, foi convidado e assumiu a diretoria. Bruna na sequência pediu sua exoneração.

Atualmente a prefeitura conta com as seguintes Diretorias:

  1. Diretoria de Gabinete – Jô da Saúde
  2. Diretoria de Administração – Adriano Dálio (NOVA DIRETORIA)
  3. Diretoria de Agricultura e Meio Ambiente – Juninho Cella
  4. Diretoria de Educação e Cultura – SEM TITULAR
    *Por hora, Adriano Dálio despacha nesta diretoria. Acredita-se que Luciano Giacóia, diretor na administração Marcos Monti deve assumir  
  5. Diretoria de Esportes – João Paulo Cabral
  6. Diretoria de Turismo – Claudia Zapparoli (NOVA DIRETORIA)
  7. Diretoria de Gestão e Serviços – José Roberto Ferreira de Brito
  8. Diretoria de Indústria e Comércio – Edison Batistão
  9. Diretoria da Promoção Social e Direito das Pessoas com Deficiência – Márcia Regina de Oliveira
  10. Diretoria de Obras – Adilson Vasconcellos
  11. Diretoria de Saúde – Patricia Rossanesi
  12. Diretor de Finanças – Luiz Antonio Forti
  13. Diretoria de Comunicação – Oslean do Carmo (NOVA DIRETORIA)

+ NOMES QUE INTEGRAVAM A EQUIPE DE SALARO E DEVEM SER MANTIDOS POR MAJOR RUBIN

+ NOMES COLOCADOS POR MAJOR RUBIN

+ NOMES QUE DEVEM SER SUBSTITUÍDOS NAS PRÓXIMAS SEMANAS

? INCÓGNITA: Adilson Vasconcellos é funcionário que atua há anos na pasta de obras e é um profundo conhecedor da área. Ainda não existem informações extraoficiais sobre sua saída ou não da pasta.

Já Toni Forti, vinha acumulando a pasta de administração e finanças. Depois que Adriano Dálio foi contratado, ficou com apenas uma diretoria. Dentro do grupo político de major, existem alguns que “pede a cabeça de Toni”. Por outro lado, a vontade de major por hora, é que ele continue em suas funções.

Comentários

comments